Glossário do Consumo

A

Agente Económico Todo o indivíduo que desempenha pelo menos uma função na actividade económica.

 

Aquisição – Forma de alcançar a concentração empresarial pela compra de empresas que se apresentam para venda no mercado.

 

AutoFinanciamento – Utilização, por parte de um agente económico, dos seus próprios meios de financiamento, em resultado da poupança realizada.

 

B

Bem – Meio capaz de satisfazer necessidades.

Bem de Consumo – Bem que se destina a ser consumido pelas famílias.

Bem de Produção – Bem utilizado pelas empresas na produção de outros bens.

Bem duradouro – Bem que perdura após mais de uma utilização.

Bem económico – Bem que é necessário pagar para o adquirir.

Bem imaterial – Meio não material capaz de satisfazer uma necessidade.

Bem Livre – Bem pelo qual não é necessário despender qualquer soma monetária.

Bem Material – Meio físico ou material capaz de satisfazer uma necessidade.

Bem Não Duradouro – Bem com uma duração limitada (susceptível de poucas utilizações).

Bens Comercializáveis – Bens que são produzidos para o mercado.

Bens Complementares – Bens em que o consumo de um implica o consumo de outro.

Bens Sucedâneos ou Substituíveis – Bens que se podem substituir entre si por terem propriedades ou características semelhantes.

 

C

Capital – Conjunto dos meios de trabalho e dos objectos de trabalho.

Consumo acto económico que  permite satisfazer o estado de carência dos indivíduos, através do uso/destruição de um bem ou serviço.

Consumo colectivo – consumo de bens e serviços postos à disposição da colectividade por parte do Estado e das administrações públicas

Consumo de massas – consumo específico da sociedade de consumo, através da aquisição em grandes quantidades de bens normalizados, sempre novos e de pouca duração.

Consumo essencial – consumo de bens e serviços indispensáveis à sobrevivência do indivíduo

Consumo final – consumo de bens e serviços feito pelas Famílias

Consumo Individual – consumo feito por cada um de nós

Consumo intermédio – consumo de bens para posterior transformação pelas empresas até se transformar em consumo final

Consumo Privado – consumo dos particulares

Consumo supérfluo – consumo de bens e serviços dispensáveis  

Consumismo – atitude que se caracteriza por um por consumo impulsivo de bens “novos” e massificados.

Consumerismo – atitude de cidadania que se caracteriza por um consumo racional, responsável, que tem em conta as consequências económica, sociais, culturais e ambientais do acto de consumir

Crédito – cedência temporária de valores monetários mediante uma determinada remuneração, o juro. 

Custo de oportunidade alternativa que tem de ser sacrificada para se obter um bem

 

D

Deflação – quebra do nível geral dos preços, associada à redução da produção

Deseconomias de escala – perdas que derivam de uma excessiva dimensão da empresa

Desinflação – desaceleração do ritmo de crescimento dos preços

 

E

Economia – ciência social que surgiu no século XVII, em Inglaterra, com Adam Smith, associada ao capitalismo industrial. Analisa a dimensão económica da realidade social, tendo como objectivo de estudo os fenómenos económicos (produção, consumo, distribuição,…)

Economias de escala – ganhos que se obtêm quando se aumenta a dimensão da empresa

E – commerce – operações comerciais de compra e venda realizadas na Internet

Empresas Não Financeiras – agente económico cuja principal função é produzir bens e serviços comerciáveis

 

F

Factores de Produção – factores com os quis se concretiza a produção como a força de trabalho, o capital e os recursos naturais

Famílias – agente económico cuja principal função é consumir

Fenómeno económico – objecto da Economia. Consiste na dimensão económica da realidade social, que foi compartimentada artificialmente

Força de trabalho – Capacidade do Homem para produzir 

Formação Bruta de Capital Fixo – investimento em capital fixo ou bens de equipamento

Franchising – método de distribuição em que um produtor, proprietário de uma marca, cede a um comerciante o direito de vender o produto , mediante uma contrapartida monetária 

 

G

Grossista intermédio que vende aos retalhistas ou a outros grossistas

 

I

Inflação – subida continua e generalizada dos preços

Inflação homóloga – compara o valor da inflação num mês com o mesmo mês do ano anterior

Instituições Financeiras – agente económico cuja principal função é financiar a actividade doa agentes económicos

Investimento – aplicação da poupança n actividade produtiva, através da aquisição de meios de produção

IPC – índice de preços no consumidor, que permite medir a variação dos preços de um conjunto alargado de bens, o “cabaz de compras” e, como tal, medir a inflação

 

J

Juro – remuneração de capital cedido

 

L

Lei da oferta – relaciona quantidades com preços de um bem e traduz-se na seguinte informação: a oferta de um bem varia na razão directa do seu preço, isto é, quanto mais elevado for o preço de um bem, maior será a quantidade oferecida desse bem e vice-versa

Lei da Procura – relaciona quantidades com preços de um bem e traduz-se na seguinte informação: a procura de um bem varia na razão inversa do seu preço, isto é, quanto mais elevado for o preço de um bem, menor será a quantidade procurada desse bem e vice-versa

Lucro – remuneração de uma forma de capital, resultante da diferença entre o preço de venda e o custo de produção dos bens

 

M

Meios de Trabalho  meios que auxiliam e complementam o trabalho do Homem no acto produtivo.

Mercado – designa o confronto entre a a oferta e a procura de um bem

Mercado de concorrência imperfeita  – situação em que alguns grandes produtores ou consumidores têm poder para influenciar o nível de preços, impedindo o livre jogo entre a oferta e a procura

Mercado de concorrência perfeita – situação ideal em que não existem bloqueios ao livre jogo da oferta e da procura, isto é, nem os consumidores, nem os produtores têm o poder de influenciar o nível de preços

Monopólio – exemplo de uma forma de mercado de concorrência imperfeita, em que a oferta se encontra numa única empresa que tem total poder par fixar o preço do bem produzido

 

N

Necessidade – é um estado de carência que urge ser ultrapassado ou satisfeito

Necessidade colectiva – necessidade que resulta do facto de vivermos em comunidade

Necessidade económica – aquela que exige o dispêndio de dinheiro para ser satisfeita

Necessidade individual – necessidade sentida por cada um de nós, independentemente de vivermos em colectividade

Necessidade não económica – àquela que não exige o dispêndio de dinheiro para ser satisfeita

Necessidade primaria – aquela que se não for satisfeita poderá por em risco a vida do individuo

Necessidade secundária – aquela que embora importante, se não for satisfeita, não põe em risco a vida do individuo

Necessidade terciária – aquela cuja satisfação é dispensável 

 

O

Oferta – conjunto de bens e serviços que os produtores estão dispostos a oferecer num dado momento  

Oligopólio – forma de mercado de concorrência imperfeita em que algumas grandes empresas detêm bastante poder para fixar o preço dos bens (homogéneos) que produzem, através de acordos entre eles

 

P

Poder de compra – quantidade de bens e serviços que uma determinada quantidade de dinheiro permite comprar

Poupança – parte do rendimento que não é gasto m consumo imediato

Preço – valor de um bem expresso em moeda

Problema económico – decorre da existência de uma multiplicidade de necessidades, põe um lado, e, por outro, da escassez dos recursos capazes de as satisfazer, implicando a necessidade de se efectuarem escolhas

Procura – conjunto d bens e serviços que os consumidores estão dispostos a comprar, num dado momento e a um determinado preço

Produção – acto económico que transforma matérias-primas em bens

 Produtividade – relação entre o produto criado e a quantidade de factor(es) produtivo(s) utilizado(s)

 

R

Racionalidade económica – gestão eficiente dos recursos escassos , possibilitando a satisfação do maior numero de necessidades como menor gasto de recursos

Rendimento – Valor acrescentado pelas unidades produtivas que se destina a remunerar os factores de produção, capital e trabalho

Rendimento disponível   rendimento de que as Famílias podem dispor depois de subtrair aos rendimentos recebidos os impostos e as contribuições sociais. O rendimento disponível é o rendimento “disponível” par o consumo e para a poupança

Rendimento per capita – rendimento que em média, pertence a cada elemento de uma comunidade. Obtém-se dividindo o rendimento nacional (total) pela população que constitui essa comunidade

 

S

Salário –  remuneração do factor trabalho

Salário nominal – quantidade de moeda que o trabalhador  recebe como resultado da sua actividade

Salário real – quantidade de bens e serviços que o trabalhador consegue adquirir com o salário nominal que recebe. Calcula-se dividindo p salário nominal pelo índice de preços no consumidor e multiplicando o resultado por cem

Sociedade do Consumo – sociedade actual dos países industrializados em que a oferta de bens é superior  às necessidades da população, o que obriga a um escoamento “forçado” da produção, através  das mais variadas técnicas de persuasão, levando ao consumerismo

 

T

Taxa de desemprego – percentagem de desempregados em relação à população total de um país

Taxa de juro – relação entre o valor do juro a pagar, num determinado prazo, e o valor do capital emprestado

Títulos – documentos que conferem aos seus possuidores (titulares) um direito representativo de um determinado valor, por exemplo, as acções dão direito, a quem as possuir, de receber dividendos

 

V

Valores mobiliários – títulos que podem ser transaccionados, isto é, transmitidos a outros titulares

Variação de existências – investimento em matérias-primas e em produtos semi-acabados que irão sofrer transformação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


%d bloggers like this: